sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Bienal Internacional do livro/2017

               

                    Estarei lançando o livro MULHERES REAIS- A evolução do belo, junto com o MOVIMENTO MULHERES REAIS no dia 9/09/2017 , na Bienal. Venha nos conhecer!

A passagem do tempo


Hoje acordei às 5h AM.
Dizem que quando acordamos em horários específicos é porque algo de diferente acontece ao nosso redor. Outra energia está a nos procurar para que algo seja feito.
Como o dia é suspeito, e eu estava a sonhar, coloquei -me de joelhos e pedi por ela e por nós que ficamos aqui tentando compreender o seu desprendimento. 
Fiquei pensando em como eram as coisas quando éramos eu e ela nesse mundao de meu DEUS.
Eu ainda era bem novinha e precisava da sua proteção, então ela me carregava pra onde fosse, na verdade, se ela não me levasse, eu iria assim mesmo.
Lembro -me dos seus 30 e poucos anos. ..ela era alta, magra, esguia, forte e corajosa. Nos criava com sacrifício, mas com muita garra de leoa. Quando eu a olhava, era como se eu visse uma gigante; e eu me sentia protegida.
Andava agarrada nos bolsos da sua calça, aliás ela tinha uma azul toda apertadinha, na qual ela ficava linda; e ainda maior.
Com os anos, fui me tornando uma leoa como ela, mas não protetora de filhos e sim protetora de mãe. De alguma maneira eu sabia que o meu papel era protegê -la e ama-la. E eu o fiz, com toda garra e proteção que eu pude, até o os últimos dos seus dias.
A amei e a honrei. No fim, a entreguei de volta para os braços do PAI com todo cuidado e amor que eu pude ter.
Como o bom filho a casa torna, ela retornou; tentei conduzi -la da melhor maneira possível : esguia, linda e corajosa.
Hoje o meu bem mais precioso está nas mãos do PAI, protegendo os seus entes queridos e rogando por eles.
De alguma maneira, a leoa continua nos amando e protegendo.
Seus ensinamentos seguem aqui, para serem contemplados pela linda constelação que ela foi compor.
Que sejam leves, esses dias!
Subscrevo -me com amor!
Rosana Rodrigues, 18/06/2017 - Saquarema

Verdade ou consequência?


Na vida é assim. ..Você tem livre arbítrio. Pode fazer o que quiser; ou o que a sua consciência permitir, mas esteja preparado para toda e qualquer consequência. Porque mais certo que a morte, são as consequências das suas escolhas; e ruins ou não, pode acreditar, a conta chega. 
Podemos escolher fazer os caminhos por impulsos, mas devemos estar preparados para colhermos o plantamos. Nada nessa vida passa desapercebido, nem o que estou escrevendo. E mais do que coragem para usar o livre arbítrio, devemos ter coragem para reconhecer o rumo que tomamos e aproveitar o tempo que nos resta, para usufruir ou fazer novas escolhas.
A palavra de ordem na verdade é coragem. Coragem para trilhar o caminho escolhido ou coragem para reconhecer o erro e tentar refazer o caminho.
Não será fácil, mas como nada na vida é fácil, o jeito é curar as feridas, reconhecer as verdades e arcar com as consequências.
No palco da vida, o autor pode sempre reescrever a obra e o ator pode sempre encenar uma nova peça.
Com amor,
Rosana Rodrigues, Arraial do Cabo 17/07/2017

O horizonte

O horizonte me atrai e me completa.
Faz e me desfaz.
Linha tênue entre razão e solidão,
Sonhos e emoção.
Me afasta de mim,
Mas me aproxima do eu.
Me acolhe, me afaga,
Me acalma, mas me leva.
Julho /2017
Rosana Rodrigues

sexta-feira, 8 de julho de 2016

VEJO VOCÊ

Da janela do meu ônibus vejo você. ..
Vejo-te zumbis,

Atormentados pelo vício.


Vejo o seu medo exaurir sua esperança,

Seu amor e compaixão.

Pelas ruas vejo seu medo explodir. ..

Surtos e violência.


Da janela também vejo o meu coração endurecer

E se preparar para o eterno anoitecer que instalou-se na alma humana.


Rosana Rodrigues

quarta-feira, 8 de junho de 2016

AMIZADE



Amizade,

Encontrada em pequenos momentos de companheirismo.

Momentos pequenos e singelos,

Que de tão singelos não perdem a grandiosidade.

Amizade,

Objeto de desejo de quem o coração te escolheu,

Que de tão especial tornou se fraternal ,

Quase irmãos.

Amizade,

Fruto de um amor iniqualável e imensurável ,

que meu singelo e sentimental coração reconheceu em meu objeto de amizade : você!



(Poema em homenagem ao meu amigo Higor Linhares)

terça-feira, 13 de outubro de 2015

DEVANEIOS

Em meio ao caos da cidade
Acometem - me pensamentos da idade
Quando eu não mais existir,
O que restará?
Como será o mundo sem mim?
Filhos queridos,
Saudades.

Pessoas indo e vindo, Saudades.
Mãe sem filho,
Amor que ficou
Entre lamurias e saudades,
Amor.


E o mundo recomeça,
Em meio ao caos da cidade.
E, em meio ao caos,
O amor e a saudade permanecem.


Rosana Rodrigues